14 de fevereiro de 2011

...Passa sobre mim rápido e veloz, 08 e 80.
Desço a escada. Subo a avenida, não percebo, nem noto se á carros vindo em minha direção, atravesso mesmo assim. Corro o risco, encaro a pista. Ninguém me vê. Ninguém.
Faço a diferença do meu jeito, devagar, porém com propósito. Planto uma árvore, colho maçãs. O fruto do bem ou do mal. A escolha é minha!