9 de abril de 2011

Permita-me saber a profundidade melódica de ti, 
da tua essência, 
do teu sacrifício? 


E as cores não serão mais as mesmas, 
e o meu jardim será o mais secreto possível!

#

#