8 de abril de 2011

Estupidamente levaram o que era meu, 


Minha
risada, 
meu
fôlego, 
meu
prazer
de
viver!