2 de setembro de 2010

?



Por que amas o simples?

Por que a distância é martírio e algema que aprisiona?

Porque os brilhos das estrelas enfeitam o lençol negro do Universo?

Porque uma mensagem instantânea mexe com a velocidade do coração?

Por que não entras logo na minha vida, pra que eu seja feliz completamente?

Por que um simples toque gera em nós um arrepio imenso?

Por que não regas meu jardim?

Por que os portões do infinito se fecham pra os mortais?

Por que a dor da perda é dilacerante?

Por que me amas tanto assim?

Por que o som da tua Voz é penetrante ao extremo?

Por que minha alma se alegra com sua chegada?

Por que teu cheiro é inconfundível?