3 de setembro de 2010

Amigos


"Final de semana, a casa está cheira, de sentimentos , de abraços.

Pessoas como a gente, tudo com defeito, porém são sinceras, amáveis, companheiras. Na verdade, nada mais nada menos que: AMIGOS, pessoas com essência nobre."






Não sei como começar a falar sobre meus amigos, pois sou uma pessoa discreta para esse tipo de assunto, pois bem, não sou eu que escolho meus amigos, são eles que tomam o primeiro passo, e começam uma nova amizade, até aí tudo bem. O que quero deixar marcado neste post é que amigos são feitos de acontecimentos bem estruturados, obra do acaso, detalhe da nobreza da vida, empurrão dos ventos da união, presentes inesperados do invisível. Deus quando criou o amigo, Ele deveria está muito inspirado, colocou ingredientes fantásticos, de elo, de ligação, de aperto de mão e muita gargalhada, também deixou o lenço nas mão do amigo para que ele pudesse enxugar as lágrimas do inconsolável, do aflito, do necessitado.


Amigos são presentes deixados ao pé da cama do sono tranquilo, com toda certeza são presentes deixados pelo carinho, ganhados no amor, na união, na voz. São pessoas feitas com um propósito de estender as mãos e de abraçar, usar as palavras certas para aconselhar, ouvir durante uma hora sem interromper. O amigo tem o poder de transformar uma lágrima em um sorriso, acalmar mares, cessar dilúvios, construir palácios. Levantar pontes é a especialidade do amigo:


Quando tudo parecer contrario, chame o amigo.

Quando não te ver nada pra fazer, o amigo sempre arruma uma saída.

Quando cair de bicicleta, lá estará o amigo, pronto para socorre-lo.

Quando estiver chovendo, e você ficar preso em um ponto de ônibus, é só chamar um amigo, ele virá sem demora, depressa.

Quando a festa está terminando, lá está ele fazendo palhaçada e gritando, embriagado pelo refrigerante, o amigo é assim.


Viva o dia Eterno do amigo, da mão no ombro, das festas ,dos passeios, das gargalhadas, da presença dele nos momentos de Luto!


O brigado por você existir amigo!