10 de agosto de 2010

Quando...

Quando o pulsar do coração toma conta da vontade.

Quando a palavra “Adeus”é mencionada, fazendo com que os olhos liberem o nobre líquido chamado lágrima.
Quando o nome da pessoa amada faz com que você perca a direção.
Quando um bilhete deixado na cama é sua única prova, e a lembrança é o amigo do presente.


Você pode ter certeza:


É hora de esquecer, se vestir da experiência amarga e seguir enfrente, pois a vida sempre nos reserva uma grande surpresa...