24 de agosto de 2010

O amor sela.
O amor une.
O amor deixa claro quem manda.
O amor é puríssimo em sua essência.
O amor não é contaminável por ciúmes.
O amor não despreza o próximo.
O amor não é carcereiro de prisão.
O amor é extremamente humilde e simples como um amanhecer que se levanta sem pedir licença...

Por isso, quero um amor pra vida toda!