26 de julho de 2010




O extremo pra mim está eternizado no prazer de permanecer ao seu lado.
Dividir os meus dias com os seus dias, juntando pedaços do horizonte, colhendo a brisa, pra ver se assim sua presença se torna imortal.
O extremo pra mim é estar no silêncio com sua respiração, ouvir os sons de pausa, e dançar com uma melodia incrível.
Trazendo a sensação de “Para Sempre”!
O extremo pra mim é paralisante.
O extremo pra mim é quando um olhar encontra o brilho da menina dos olhos alheio, deixando a suave impressão que já nos conhecemos antes...
O extremo pra mim é a palavra escrita na alma,
Detalhando o cenário do “Amo Você