28 de julho de 2011

Cativo...

_________________________
...Era cativo em mim as palavras, e nas letras o meu espírito repousava, 
era verbo, 
era sílaba, 
era o meu ser deitado em ti.
Procurando desesperadamente esse abrigo existente, fadonho e alucinante. 
Esse teu livro pessoal...

________________________