6 de setembro de 2011

...Engraçada e ao mesmo tempo ingrata, minha caixa de recordações, esse vamos vê no que vai dar, e indecisões que sufocam o sorriso espontâneo. Hoje a tarde me deparei com uma vontade, uma vontade desumana, algo crucial do querer e o realizar. O aliás poderia ser uma condição aceitável, porém, a brisa executou esse papel, essa tinta que mancha. O vazio silencioso pretendia ser preenchido até a boca pelos acordes. Por que dizia a lenda que tocarias para mim todas as tardes de Outono, e que o fascínio seria discreto, transparente como a água, e vc seria um riacho sobre mim...