1 de agosto de 2011

O novo...


... o inesperado comove, a alma resolve da um chega pra lá no velho, e se abre a porta para o novo...
o novo de cores
de alegrias, 
de pernas pro ar, 
de guerra de travesseiros, 
de se lambuzar com brigadeiro de panela,
com o amigo.