24 de agosto de 2011



Ela derretia,
 derretia.
Não era tão comum assim, era necessário. Uma cera capaz de nos fazer grudar um no outro, e no derretimento dos sentimentos, você se apagou...
A minha única vela.
O meu último suspiro...