21 de junho de 2013

A Fragrância do tenor.



























O segredo minucioso optou em demostrar sua sutileza nos atritos das cordas vocais do tenor sem vibrato, com isso a instrumentalidade de ambos foi jogada à prova. Do que discorre não se utiliza do ligeiro ato de se doar, porém a entrega de ambos é avassaladora, pois as correntes que outrora os prendiam silenciosamente se escorregaram, tornando-os livres por si só. Na penumbra não sabemos o que fazer. Esse fazer nos direcionará ao acordo, ou a rendição do diálogo presunçoso. Bem que eu disse a mim mesmo sobre as fantasias que flutuavam ao redor, nos mesmos ares outonais de uma estação sufocante e passageira, então descobre-se que tudo era normal – discordei da tua fragrância.