15 de maio de 2013

Vulnerabilidade do querer






























Ele precisava apenas de um espírito animado, de uma ventilação unanime e desagarrada. Supostamente uma apropriação de si mesmo com uma descrição de amor próprio. Na ocasião de se descobrir seus ventos pessoais eram amarelados e causava-lhe um esgotamento favorecido que a rivalidade diagnosticou como vulnerabilidade do querer, e essa prescrição o saldaria pausadamente com o intuito de desfragmentar suas vontades.