30 de outubro de 2012

Fujo

























O risco que envolve nosso querer poucos compreendem, ou nunca, jamais vão entender de fato o que é que a nossa existência procura. Procuro como uma criança, busco o exagerado com muita velocidade, e o que esta a minha volta não entende, o que não me satisfaz me abraça, fujo de mim mesmo.