8 de dezembro de 2011

...e chove dentro da minha espera.

A inundação é inevitável, porém o meu respirar é de liberdade!

Dessa forma durmo tranquilo...